Originalidade

Segundo o dicionário inFormal:

Autêntico; de criação e ou inspiração própria, relativo a alguém que fez.
Não copiado, imitado por outrem.

De acordo com James Stephens:

Originalidade não consiste em dizer o que ninguém disse antes, mas dizer exatamente o que você pensa por si próprio.

A internet nos dá a falsa impressão que nada se cria e tudo se copia, porém a coisa não é bem assim.

O copia e cola de ideias alheias já é combatido através de ferramentas que detectam o plágio. Você joga a frase lá e imediatamente descobre quem originou a informação.

Então sair por aí aplicando o CTRL +C / CTRL +V  e achando que é malandro, só te ajuda a dar um tiro no próprio pé.

O

 

Um dos primeiros posts do PORTA204 foi o 10 Coisas que odeio em você!, nele foi feito uma lista com atitudes detestáveis em blogueiros, entre elas o plágio.

Quando você copia algo não prejudica o autor original, já que os posts tem datas e fica fácil saber quem copiou de quem.

O único prejudicado é você, que deixou de dizer o que pensa e conquistar pessoas pela sua autenticidade. Estará sufocando sua criatividade e matando sua capacidade de ser original.

É legal quando você se inspira no trabalho de alguém para criar a sua visão do tema, mas não quando repete pontos e vírgulas do que outra pessoa disse.

Em alguns casos o plágio é tão absurdo que a pessoa sequer leu o texto todo, deixando erros de linguagens e informações incorretas do artigo original.

Perceba como é fácil ir de referência a piada, se você é um plagiador.

Quando se trabalha com noticias de cinema e séries de TV acompanhamos os sites estrangeiros que são os que divulgam em primeira mão as novidades do ramo. Existe um portal aqui no Brasil que tinha alguns milhares de seguidores e costuma jogar essas noticias no Google Tradutor e publicá-las.

Veja bem, eles pegam a matéria que está em inglês copiam e colam no Google e depois repetem a operação para o portal deles. Sabemos que a tradução mecânica é deficiente e não se apega a concordâncias, então mesmo que você não tenha lido o original em inglês, só pelos erros já sabe que aquilo foi um trabalho mal feito de plágio.

Ofendidos com a falta de originalidade do portal, alguns fãs protestaram chamando-os de “caça clicks” e plagiadores.

Quem perdeu com isso? Os fãs foram procurar alguém com ideias próprias e o portal virou piada no meio.

Outro caso é o de uma página no Facebook que já virou até debate em grupos por se apossar de imagens, recortar o logo dos ciadores e postar como sua.

senhora

É assim que você quer ser visto?

Se falta inspiração para um novo post busque referências, mas não copie o coleguinha.

Fazer um vídeo lindo repetindo as frases de outra pessoa, queima o seu filme.

A minha dica é que o tempo que se passa reproduzindo a ideias dos outros seja aplicado na construção do seu próprio conhecimento. Leia, aprenda, discuta com pessoas da área, mas em hipótese nenhuma roube o pensamento dos outros.

Afinal, plágio é crime.

 

*Imagens gentilmente cedidas por www.facebook.com/Universo-Realista

*Imagem de capa com endereço do autor.

 

 

 

 

 

Anúncios